Data Center da Itaipu Binacional ganha mais confiabilidade e eficiência energética com infraestrutura tecnológica da Schneider Electric

Novos UPSs e atualização do software de gestão conferiram também mais segurança aos dados da maior geradora de energia limpa e renovável do mundo

São Paulo, janeiro de 2018 – A Itaipu Binacional é a maior produtora de energia limpa e renovável do planeta. Atualmente fornece cerca de 17% da corrente consumida no Brasil e 76% no Paraguai, por meio de 20 unidades geradoras e 14.000 MW de potência instalada. Com o desafio de reestruturar seu Data Center, em Foz do Iguaçu no Paraná, a usina hidrelétrica enxergou na Schneider Electric, líder na transformação digital em gestão de energia elétrica e automação, a possibilidade de suprir essa necessidade.

Foram instalados dois novos UPSs modulares Symmetra PX (fonte de alimentação ininterrupta, flexível, escalável e redundante) da Schneider e também houve uma atualização do software de gerenciamento da infraestrutura do data center (DCIM), StruxureWare Data Center Expert. Assim foi possível aumentar a eficiência energética, o desempenho operacional, a confiabilidade e escalabilidade dos processos do Data Center da usina e ainda diminuir o índice de falhas.

“Temos uma rede que conecta aproximadamente 10 mil computadores, que não depende só dos equipamentos de comunicação, como switches e roteadores, mas também da disponibilidade e da qualidade da energia fornecida. Este fator é fundamental para o ambiente de TI e para garantirmos o indicador de disponibilidade de 99,99% do Data Center que conquistamos nos últimos anos”, afirma o Superintendente de Informática da Itaipu Binacional, José Washington de Medeiros.

Com a reestruturação do Data Center, a usina também passou a ter maior capacidade de proteção de dados – uma vez que a modularidade dos nobreaks da Schneider permite expansão de acordo com o aumento de demanda, sem que isso signifique mais investimentos em infraestrutura física ou interrupção de processos do Data Center. “Os equipamentos fornecidos pela Schneider atendem rapidamente a necessidade de expansão do cliente, possibilitando que a empresa aumente sua capacidade de consumo sem impacto na infraestrutura”, ressalta Luciano Santos, Vice-Presidente da IT Division, da Schneider Electric.

A implementação do projeto levou cerca de 60 dias envolvendo diversas etapas como remoção dos equipamentos antigos, instalação dos novos UPS, adequação da infraestrutura existente para a instalação dos equipamentos; substituição do sistema antigo de distribuição de energia por painéis modulares e remotos; atualização do sistema de gerenciamento centralizado DCIM, com a migração de todas as informações existentes para o novo DCIM.

“O projeto implementado alcançou o resultado esperado devido ao compromisso incondicional das equipes da Schneider e da Itaipu, que não mediram esforços para realizar o trabalho no menor tempo e com a maior qualidade possível”, finaliza Medeiros.