História da APC

Business people holding hands in circle
APC: uma história de inovação em infraestrutura física de TI

Em quase quatro décadas, a APC tornou-se o padrão da indústria para confiabilidade em energia e infraestrutura física de TI. A história de inovação, que acompanha a nossa liderança em departamentos de TI grandes e pequenos e na nossa ampla comunidade de parceiros de canal, fez com que os produtos APC tivessem destaque global, integrando soluções de infraestrutura, gerenciamento e segurança de dados que protegem empresas de todo o mundo.

Estabelecida em 1981, a American Power Conversion Corporation foi criada com foco na pesquisa e desenvolvimento no segmento de energia solar. Integrada por três engenheiros em eletrônica do MIT, em 1986, a APC abriu uma unidade de produção em Rhode Island; nesse ano, a empresa também produziu seu primeiro nobreak, o 450AT+, que recebeu o reconhecimento "Editor's Choice" da publicação PC Magazine. Em 1988, a APC começou a ser cotada na bolsa.

Em 1989, lançou o reconhecido software PowerChute®, que revolucionou o gerenciamento de energia, como também as vendas de produtos através de dois distribuidores principais, a Tech Data e a Ingram Micro. Em 1990, a APC continuou lançando produtos de qualidade superior, como a família Smart-UPS®, atualmente reconhecida no setor como a principal solução de proteção de energia de rede. Nesse mesmo ano, o Presidente e CEO da empresa, Rodger B. Dowdell, Jr., recebeu o reconhecimento de "Empreendedor do Ano" em Nova Inglaterra outorgado pela revista Inc.

Ao longo da década de 1990, a APC entrou em outros mercados com 155 produtos novos, como os protetores contra surtos SurgeArrest®; Matrix-UPS®, o primeiro nobreak modular da indústria; uma nova geração de Smart-UPS; os primeiros modelos Back-UPS Pro® da empresa e a família Symmetra® Power Array™, que revolucionou a indústria oferecendo redundância, escalabilidade e facilidade de manutenção em uma mesma solução. O desenvolvimento desses produtos, a abertura de duas unidades de produção internacionais (Galway, Irlanda em 1994 e Filipinas em 1996), bem como a aquisição da Systems Enhancement Corp. e da Silcon A/S, fizeram com que as receitas anuais da APC superassem US$1 bilhão em 1998.

A APC entrou no mercado tecnológico residencial em 1999 com o PowerShield: uma solução para atender às crescentes necessidades de banda larga associadas às aplicações domésticas por cabo e sem fio. Posteriormente, a empresa lançou-se no novo milênio com três aquisições estratégicas; abriu o mercado de fornecimento de CC para equipamentos de comunicações, o mercado de cabos e conectividade para aplicações de TI residenciais e empresariais e o mercado da refrigeração de precisão para data centers e equipamentos de comunicações. Após a aquisição da ARRIS em 2001, a APC expandiu ainda mais a sua oferta de fornecimento para redes de banda larga. Em 2002, a APC apresentou o PowerStruXure™, primeira peça da arquitetura para infraestrutura física de redes críticas (NCPI), que revolucionou o gerenciamento de energia para data centers. Nesse mesmo ano, a empresa foi citada no Índice NASDAQ-100, que inclui as ações das companhias não financeiras mais importantes do mercado.

Em 2003, estreou o InfraStruXure™. O InfraStruXure combinou energia, refrigeração, racks, gerenciamento e serviços em uma solução aberta, adaptável e integrada que ganhou aproximadamente vinte distinções em todo o mundo. Também apresentou o TravelPower™ Case –a primeira maleta do mundo com funções integradas para recarga de dispositivos–, obtendo sucesso imediato. A família InfraStruXure foi ampliada em 2004 com sistemas de refrigeração e gerenciamento de energia no local. Nesse mesmo ano, a APC obteve mais de 100 reconhecimentos em todo o mundo, por seus produtos e sua excelência comercial. Aproveitando o sucesso obtido com o PowerStruXure desde 2002, a APC ampliou sua oferta geral de soluções para NCPI com a aquisição da Netbotz, empresa tecnológica em desenvolvimento, voltada a soluções de segurança física para equipamentos de TI, aumentando as suas competências para aprofundar nas categorias de gerenciamento e segurança. 

Em 14 de fevereiro de 2007, a APC foi adquirida pela Schneider Electric, corporação multinacional europeia conhecida em todo o mundo por suas competências em gerenciamento de energia e automação. A aquisição permitiu o estabelecimento da Unidade de Negócios Critical Power and Cooling Services (CPCS), que inclui as marcas APC e MGE UPS Systems.

Mais informações sobre a Schneider Electric

Your browser is out of date and has known security issues. It also may not display all features of this website or other websites. Please upgrade your browser to access all of the features of this website. Internet Explorer 9 or higher is recommended for optimal functionality.

Chat

Do you have questions or need assistance? We’re here to help!