As nossas marcas

Infraestrutura de rack e energia para a Edge Computing ajuda o sistema escolar sueco a aumentar o tempo de atividade e reduzir os custos de suporte

De acordo com o ranking "Best Quality of Life 2019" promovido pelo US News & World Report, de nações de todo o mundo, a Suécia aparece em 2° lugar (logo atrás do Canadá). Um dos principais impulsionadores do sucesso da Suécia é um sistema educacional moderno.

A maioria das escolas suecas está interconectada com fibra óptica para uma grande banda larga e facilidade de acesso à internet. Os professores contam com ferramentas de ensino disponíveis na internet. Os alunos usam notebooks e iPads diariamente. Os membros da equipe escolar dependem de telefones VoIP para uma comunicação básica. Esta é uma tendência global.

A A SISAB (Skolfastigheter I Stockholm AB) é a organização que detém e administra a maior parte das escolas e instalações pré-escolares da cidade de Estocolmo, incluindo 2.500 edifícios (600 propriedades) que recebem aproximadamente 200 mil crianças e adultos todos os dias. A qualidade da educação fornecida nesses edifícios depende, em geral, da resiliência e do desempenho dos sistemas de computação de borda, que ajudam a servir como um mecanismo para o aprendizado.

Da "sala de aula tradicional" à "sala de aula digital"

Atualmente, os estudantes de Estocolmo não podem continuar seu trabalho escolar sem a tecnologia da informação. O tempo de inatividade interrompe o aprendizado dos alunos, pois muitas das ferramentas utilizadas estão interconectadas. A fim de garantir um acesso estável à internet e a uma comunicação funcional – também em caso de interrupções nos sistemas de informação – a SISAB decidiu modernizar os equipamentos de TI e os sistemas em suas instalações de Edge Computing para uma solução padronizada, segura e confiável, afirma Mats Carlqvist da SISAB.

Ao reconhecer isso, a SISAB procurou a APC by Schneider Electric (APC), por meio de seu parceiro tecnológico, El & Data, de Örnsberg, o parceiro de serviço e instalação da SISAB, durante 15 anos, para oferecer às escolas uma solução que fortalecesse suas instalações de computação de borda. Os sistemas das escolas estavam localizados nos porões dos edifícios escolares. A administração da SISAB precisava de uma solução segura e confiável que pudesse fornecer maior segurança no tempo de atividade aos administradores da escola. Se ocorresse uma interrupção nos sistemas de informação, seria necessário garantir que os alunos continuariam a aprender e que as salas de aula continuariam em operação.

Como cliente da Schneider Electric (atualmente, a SISAB utiliza os sistemas de gestão predial da Schneider Electric), a SISAB buscava um parceiro que pudesse ajudá-la a se modernizar e a se tornar mais líder por meio da implantação de tecnologias de internet das coisas (IoT).

Superando os desafios de infraestrutura e custos desnecessariamente altos

As escolas do distrito de Estocolmo utilizavam no-breaks antiquados em suas salas de TI alocadas em porões. Como resultado, os técnicos eram enviados regularmente em resposta a erros e alarmes devido a baterias fracas ou que expiravam dentro dos no-breaks. Isso significava que os técnicos gastavam uma quantidade considerável de tempo viajando de um local para outro a fim de manter as unidades adequadas em toda a região.

As 120 salas de TI estavam caracterizadas por uma variedade de equipamentos, que incluíam interruptores de comunicação, roteadores, servidores com sistema de gestão predial, sistema de no-break autônomo e racks de estrutura aberta, para citar alguns. Nenhum desses ativos estava centralizado, e alguns dos equipamentos simplesmente ficavam fixados na parede.

A SISAB queria modernizar seus locais de equipamentos de TI de várias maneiras. Primeiro, eles queriam os ativos de TI bloqueados e instalados em um gabinete seguro. Em segundo lugar, para melhorar o tempo de atividade do sistema, eles queriam uma solução de no-breaks que pudesse garantir um melhor desempenho de bateria e uma vida útil mais longa. Em terceiro lugar, eles queriam ter a capacidade de controlar os racks de interruptores de energia remotamente, a fim de evitar desperdício de tempo e recursos com o envio de técnicos de manutenção para reiniciar manualmente um switch que leva menos de 5 minutos para ser corrigido.

A solução da APC by Schneider Electric fornece tecnologia segura e confiável

Como fornecedor líder de energia para Edge Computing, ambiente e equipamentos para rack, a APC propôs uma solução que incluiu no-breaks Smart-UPS de íons de lítio, gabinetes NetShelter e unidades de distribuição de energia (PDU) para racks inteligentes em todos os 120 locais que operam como salas de TI.

Esta solução proporcionou uma série de benefícios significativos à equipe de gestão predial:

  • Simplificação do suporte por meio da padronização: Ao certificar-se de que cada local estava equipado com racks, no-breaks e equipamentos de PDU idênticos, a SISAB facilitou para que os técnicos saibam o que esperar quando houver uma chamada de serviço. O processo de encomendar peças de reposição também se tornou rápido e fácil, e os técnicos agora sofrem menos estresse à medida que se familiarizam rapidamente com os tipos de instalações em toda a região.
  • Capacidade de monitoramento remoto: As PDUs inteligentes permitem uma reinicialização dos sistemas remotamente. Dessa forma, os técnicos podem simplesmente reiniciar o sistema remotamente. Isso economiza horas de trajeto de ida e volta no trânsito intenso de um local para outro.
  • Maior segurança: Diferentemente dos equipamentos distribuídos em toda a sala de TI de forma desordenada, os sistemas de TI e de rede agora estão centralizados e alojados em um rack seguro em uma sala trancada. Somente pessoas autorizadas podem entrar no local. Isso ajudou a reduzir os casos de erro humano.
  • Maior disponibilidade/tempo de atividade dos sistemas: Os novos dispositivos de proteção de energia Smart-UPS foram equipados com baterias de íons de lítio. Em comparação com as unidades de no-breaks tradicionais, os novos no-breaks e baterias têm um período de garantia mais longo (de 5 anos) e também um ciclo de vida esperado mais longo (de 8 a 10 anos). Como resultado, serão enviados menos técnicos para substituir as baterias, os tempos de execução de reserva aumentarão (minimizando o impacto de possíveis falhas de energia) e será necessário menos espaço no gabinete de TI. Há também sensores de temperatura e umidade que verificam e informam as condições ambientais na sala de dados, de modo a evitar um tempo de inatividade imprevisto devido a umidade excessiva ou flutuações de temperatura.

Isso reduz significativamente nosso tempo de resposta e os custos envolvidos no envio de técnicos para reiniciar equipamentos", afirma Stefan, da Örnsbergs El & Data.

Como resultado da implantação de sua nova infraestrutura de sistema de Edge Computing, os administradores da SISAB agora ficam descansados, certos de que os estudantes, professores e funcionários podem acessar as informações de que precisam, e quando precisam, sem interrupções.

Educação de borda

Quer saber como a Edge Computing pode facilitar sua transformação digital?
Your browser is out of date and has known security issues. It also may not display all features of this website or other websites. Please upgrade your browser to access all of the features of this website. Latest version for Google Chrome, Mozilla Firefox or Microsoft Edge is recommended for optimal functionality.

Chat

Do you have questions or need assistance? We’re here to help!