Um estudo realizado pelo Electric Power Research Institute demonstrou que as empresas perdem entre 104 mil milhões USD e 164 mil milhões USD por ano devido a falhas de energia e mais 15 mil milhões USD a 24 mil milhões USD devido a outros problemas de qualidade de energia. Não é difícil perceber como se chega a estes números. Basta considerar o custo de um corte de energia de um dia ou dois para a sua empresa. Para algumas empresas, mesmo um corte de energia de apenas uma hora pode ter repercussões muito significativas. 

Mesmo assim, muitas empresas não compreendem totalmente todos os diferentes tipos de perturbações na alimentação elétrica que podem ameaçar as suas salas de servidores. Embora proteger contra grandes eventos, como furacões e inundações, seja, certamente, importante, essas perturbações também existem de várias outras formas, muito mais subtis. Neste artigo, vamos abordar seis delas.

1. Transitórios
Sendo, potencialmente, as perturbações mais prejudiciais, os transitórios dividem-se em duas subcategorias: impulsivos e oscilatórios. Os transitórios impulsivos são o tipo mais comum de picos de tensão elétrica, envolvendo um evento súbito que aumenta ou reduz os níveis de tensão e/ou corrente, geralmente durando menos de 50 nanossegundos. Sendo causados por trovoadas, má ligação à terra, a comutação de cargas indutivas, resolução de falhas na rede de distribuição pública ou outros problemas, os transitórios impulsivos resultam, frequentemente, na corrupção de dados e danos físicos no equipamento.

Os transitórios oscilatórios fazem com que o sinal de tensão aumente e diminua alternadamente, de forma muito rápida, muitas vezes quando se desliga subitamente uma carga, como um motor ou condensador. Uma questão habitual associada à comutação de um condensador é o disparo de acionamentos de velocidade variável (ASD).

2. Interrupção
Uma interrupção é a perda total de tensão de alimentação ou corrente de carga, durando entre 0,5 e 30 ciclos (instantânea), 30 ciclos a 2 segundos (momentânea), 2 segundos a 2 minutos (temporária) ou mais de 2 minutos (prolongada). Um exemplo comum de uma interrupção é o que acontece quando todos os aparelhos eletrónicos e luzes se desligam numa casa durante um curto período. Sendo inconveniente numa casa, uma perda de energia semelhante num meio empresarial pode ser dispendiosa, pois os dados podem ficar corrompidos ou perder-se totalmente durante a interrupção.

3. Sag ou subtensão
Geralmente causado por falhas do sistema ou ao ligarem-se cargas com fortes correntes de arranque, um sag é a redução da tensão CA numa dada frequência com duração de 0,5 ciclos a um minuto. Pense na queda de pressão da água quando se abrem várias torneiras numa casa. Os sags podem causar danos significativos no equipamento ao longo do tempo.

Geralmente designados como “redução de tensão” (embora incorretamente)as subtensões são o resultado de problemas de consistência da potência de longo prazo, que criaram sags de curto prazo. As subtensões podem dar origem à falha de cargas não lineares, como nas fontes de alimentação dos computadores.

4. Swell ou sobretensão
O contrário de um sag é um swellcausado pelo aumento da tensão CA com duração de 0,5 ciclos a um minuto. As fontes mais comuns incluem conexões neutras de alta impedância, reduções súbitas em grandes cargas ou falhas de uma fase num sistema trifásico. Tal como os sags, os efeitos prejudiciais dos swells – degradação de contactos elétricos e danos nos semicondutores – passam, geralmente, despercebidos por longos períodos de tempo. No entanto, os resultados imediatos e mais notáveis são a tremulação de luzes e erros de dados.

De modo semelhante às subtensões, as sobretensões resultam de problemas de longo prazo que criam swells temporários. As condições de sobretensão podem criar um elevado consumo de corrente e fazer com que o equipamento sobreaqueça e fique sob tensão.

5. Distorção das formas de onda
Uma distorção das formas de onda é definida como qualquer alteração da qualidade de energia que afete a forma da onda de tensão ou corrente. Existem cinco tipos principais de distorção de formas de onda: desvio de corrente direta, distorção harmónica, inter-harmónica, notching e ruído. Todos eles podem, em diversos graus, causar danos ou perturbações no equipamento de TI.

6. Flutuações de tensão
Uma flutuação de tensão é uma série de pequenas alterações aleatórias na tensão, causadas por qualquer carga que exiba variações significativas da corrente. Um sintoma comum é a tremulação das lâmpadas incandescentes.

Naturalmente, existem formas de nos protegermos de cada um destes tipos de perturbações na alimentação elétrica, geralmente através da utilização de sistemas UPS, geradores de emergência, protetores contra picos de energia, condicionadores de linhas de alimentação, ligação adequada à terra, entre outros. Para obter mais informações sobre cada um destes tipos de perturbações da alimentação elétrica e sobre o modo de se proteger deles, leia o White Paper número 18 da APC by Schneider Electric, “Os Sete Tipos de Problemas de Alimentação Elétrica.”