APC: uma história de inovação em infraestrutura física de TI

Em quase quatro décadas, a APC tornou-se o padrão da indústria para confiabilidade em energia e infraestrutura física de TI. A história de inovação, que acompanha a nossa liderança em departamentos de TI grandes e pequenos e na nossa ampla comunidade de parceiros de canal, fez com que os produtos APC tivessem destaque global, integrando soluções de infraestrutura, gerenciamento e segurança de dados que protegem empresas de todo o mundo.

Estabelecida em 1981, a American Power Conversion Corporation foi criada com foco na pesquisa e desenvolvimento no segmento de energia solar. Integrada por três engenheiros em eletrônica do MIT, em 1986, a APC abriu uma unidade de produção em Rhode Island; nesse ano, a empresa também produziu seu primeiro nobreak, o 450AT+, que recebeu o reconhecimento "Editor's Choice" da publicação PC Magazine. Em 1988, a APC começou a ser cotada na bolsa.

Em 1989, lançou o reconhecido software PowerChute®, que revolucionou o gerenciamento de energia, como também as vendas de produtos através de dois distribuidores principais, a Tech Data e a Ingram Micro. Em 1990, a APC continuou lançando produtos de qualidade superior, como a família Smart-UPS®, atualmente reconhecida no setor como a principal solução de proteção de energia de rede. Nesse mesmo ano, o Presidente e CEO da empresa, Rodger B. Dowdell, Jr., recebeu o reconhecimento de "Empreendedor do Ano" em Nova Inglaterra outorgado pela revista Inc.

Ao longo da década de 1990, a APC entrou em outros mercados com 155 produtos novos, como os protetores contra surtos SurgeArrest®; Matrix-UPS®, o primeiro nobreak modular da indústria; uma nova geração de Smart-UPS; os primeiros modelos Back-UPS Pro® da empresa e a família Symmetra® Power Array™, que revolucionou a indústria oferecendo redundância, escalabilidade e facilidade de manutenção em uma mesma solução. O desenvolvimento desses produtos, a abertura de duas unidades de produção internacionais (Galway, Irlanda em 1994 e Filipinas em 1996), bem como a aquisição da Systems Enhancement Corp. e da Silcon A/S, fizeram com que as receitas anuais da APC superassem US$1 bilhão em 1998.

A APC entrou no mercado tecnológico residencial em 1999 com o PowerShield: uma solução para atender às crescentes necessidades de banda larga associadas às aplicações domésticas por cabo e sem fio. Posteriormente, a empresa lançou-se no novo milênio com três aquisições estratégicas; abriu o mercado de fornecimento de CC para equipamentos de comunicações, o mercado de cabos e conectividade para aplicações de TI residenciais e empresariais e o mercado da refrigeração de precisão para data centers e equipamentos de comunicações. Após a aquisição da ARRIS em 2001, a APC expandiu ainda mais a sua oferta de fornecimento para redes de banda larga. Em 2002, a APC apresentou o PowerStruXure™, primeira peça da arquitetura para infraestrutura física de redes críticas (NCPI), que revolucionou o gerenciamento de energia para data centers. Nesse mesmo ano, a empresa foi citada no Índice NASDAQ-100, que inclui as ações das companhias não financeiras mais importantes do mercado.

Em 2003, estreou o InfraStruXure™. O InfraStruXure combinou energia, refrigeração, racks, gerenciamento e serviços em uma solução aberta, adaptável e integrada que ganhou aproximadamente vinte distinções em todo o mundo. Também apresentou o TravelPower™ Case –a primeira maleta do mundo com funções integradas para recarga de dispositivos–, obtendo sucesso imediato. A família InfraStruXure foi ampliada em 2004 com sistemas de refrigeração e gerenciamento de energia no local. Nesse mesmo ano, a APC obteve mais de 100 reconhecimentos em todo o mundo, por seus produtos e sua excelência comercial. Aproveitando o sucesso obtido com o PowerStruXure desde 2002, a APC ampliou sua oferta geral de soluções para NCPI com a aquisição da Netbotz, empresa tecnológica em desenvolvimento, voltada a soluções de segurança física para equipamentos de TI, aumentando as suas competências para aprofundar nas categorias de gerenciamento e segurança. 

Em 14 de fevereiro de 2007, a APC foi adquirida pela Schneider Electric, corporação multinacional europeia conhecida em todo o mundo por suas competências em gerenciamento de energia e automação. A aquisição permitiu o estabelecimento da Unidade de Negócios Critical Power and Cooling Services (CPCS), que inclui as marcas APC e MGE UPS Systems.

Mais informações sobre a Schneider Electric

Saiba mais