Segundo o Serviço Meteorológico Nacional dos EUA, a temporada de furacões começa no dia 15 de maio para o Pacífico e no dia 1 de junho para o Atlântico. Restam apenas umas poucas semanas. Diante dos diversos eventos climáticos registrados nos últimos anos, incluindo o furacão Sandy, este parece ser um bom momento para certificar-se de que tudo esteja em ordem no seu data center, e que o ambiente esteja preparado para suportar um corte de energia.

Um elo crucial na cadeia de confiabilidade é o seu sistema de fornecimento de energia ininterrupta (nobreak). Quando o fornecimento de energia é interrompido, o nobreak mantém a salvo os sistemas de TI e de refrigeração até os geradores começarem a funcionar. Em alguns casos, você pode confiar somente nos nobreaks para superar o corte.
Diante disso, você deve garantir que o seu nobreak esteja em boas condições para realizar o seu trabalho. E, segundo meus cálculos, em muitos casos, isso não acontece.

Hoje há mais de vinte milhões de nobreaks monofásicos da APC instalados em todo o mundo. Muitos deles são modelos antigos e, pelas minhas estimativas, atualmente, mais de um milhão de sistemas Smart-UPS precisam de uma nova bateria. Como no caso das baterias de automóvel, as baterias dos nobreaks não duram para sempre. Recomendamos que sejam substituídas a cada dois ou três anos, dependendo de numerosos fatores. Um deles é a temperatura: se faz muito calor, a bateria esgota mais rapidamente.

Todos os nobreaks da APC by Schneider Electric têm um indicador luminoso de bateria baixa, mas muitas vezes os sistemas não estão muito visíveis, talvez instalados atrás de uma mesa, ou em um rack ou sala do servidor onde a luz piscando se confunde entre tantas outras. Com muita frequência, os proprietários desses nobreaks não estão cientes de que talvez seja necessário substituir a bateria.

A exceção são as pessoas que possuem nobreaks gerenciados, como os da família Smart-UPS da APC by Schneider Electric. Muitos modelos incluem um display de LCD alfanumérico completo, que oferece atualizações de estado e alertas em tempo real quando a vida útil da bateria está acabando.

Os dispositivos também incluem um slot inteligente onde o cliente pode instalar uma placa de gerenciamento de rede (NMC) da APC, que permite monitorar e controlar de forma segura o nobreak via um navegador web ou qualquer sistema de gerenciamento compatível com o protocolo SNMP. Você pode gerenciar os dispositivos de forma remota a partir de uma localização central, ou contratar um dos nossos parceiros para que ele faça isso por você. Então, você receberá alertas quando, por exemplo, as baterias tiverem pouca vida útil, e terá maior controle do consumo de energia e das condições ambientais, podendo reinicializar dispositivos e programar o shutdown de dispositivos conectados ou do nobreak completo durante cortes prolongados ou fora do horário comercial.

Também é uma boa ideia registrar periodicamente as alterações no ambiente de TI a partir da instalação do nobreak. Há grandes probabilidades de que a carga de TI tenha aumentado, o que significa que talvez precise de um nobreak maior, ou de baterias ou unidades adicionais para suportar a carga adicionada e manter a autonomia desejada.

Provavelmente você também note que alguns equipamentos tornaram-se mais críticos. Por exemplo, se você usa aplicações e recursos baseados na nuvem, os equipamentos de rede que oferecem conexão à nuvem tornaram-se muito mais importantes para a produtividade comercial. Para garantir a continuidade, escolha um nobreak que ofereça autonomia suficiente durante interrupções prolongadas no fornecimento de energia.

Podemos esperar que esta temporada de furações seja calma, mas não podemos contar com isso. Restando poucas semanas para o início da temporada, está na hora de revisar cuidadosamente os nobreaks instalados e de garantir que eles poderão suportar o que a mãe natureza nos reserva.