A TI na nuvem é a última moda, quer se trate de aplicações, hardware ou armazenamento Sem dúvida, se usada criteriosamente, a tecnologia pode gerar economias associadas ao software ou ao hardware.

Parte do atrativo da nuvem é que ela alivia a demanda da sua infraestrutura de TI instalada no local. Se você está utilizando aplicações baseadas na nuvem para planejamento de recursos empresariais e gestão de clientes, entre outras, isto significa que você precisa de menos servidores em filiais e outras instalações. Certo?

Certo, mas essa modalidade de trabalho também pode aumentar a exigência e as expectativas sobre determinados sistemas de TI da instalação. De repente, o nó de acesso à nuvem, do qual depende a conectividade e a infraestrutura de rede, ganha maior importância. Ele precisa dos mesmos acordos de níveis de serviços (SLA) prometidos pelos fornecedores de serviços na nuvem; caso contrário, os SLA não farão muito sentido. Resumindo, se a conexão com a nuvem não responde como deveria, ou falha completamente, os funcionários não terão acesso às ferramentas de que precisam e, por conseguinte, a produtividade será prejudicada.

E não é só a nuvem que sobrecarrega filiais e outras instalações pequenas. A tendência para a virtualização significa que as empresas têm menos servidores, muito mais robustos em espaços mais reduzidos. A unificação das comunicações faz com que diversas plataformas de mídias compatíveis com dados, voz e vídeos convivam nos mesmos racks.  E a tendência de cada funcionário de usar os seus próprios dispositivos significa que mais e mais dispositivos de diferentes tipos estarão acessando, e até podem sobrecarregar, a rede corporativa.

Diante desses desafios, não é mais aceitável ter equipamentos de TI em um espaço inseguro e compartilhado de uma filial. É preciso dar a esses equipamentos a importância que eles têm,

e para isso existe o InfraStruxure for Small IT Spaces da Schneider Electric. Durante muito tempo, a Schneider Electric ofereceu sua família InfraStruxure para grandes data centers, integrando hardware e software com energia segura, refrigeração e proteção nobreak. Agora, o mesmo tipo de solução integrada está disponível para pequenas filiais, salas de servidores e de gerenciamento de redes.

O InfraStruxure for Small IT Spaces começa com racks que se adaptam ao espaço para o qual foram projetados, tanto uma área segura onde pode ser usado um rack de estrutura aberta, quanto um espaço de maior trânsito, onde é necessário um rack com proteção. A solução inclui um sistema nobreak para proteger os equipamentos contra cortes e surtos de tensão, e disponibilizar bateria reserva se o fornecimento de energia falhar.

As unidades de refrigeração portáteis garantem que os equipamentos vão funcionar a temperaturas ótimas, eliminando a necessidade de modificar o sistema HVAC ou de ventilação do edifício. Os gerenciadores de cabos permitem uma boa organização dos cabos, minimizando o tempo necessário para resolver problemas de rede e realizar reparos.

A APC by Schneider Electric oferece numerosas opções para fornecer maior apoio aos sistemas de TI de filiais, como acesso remoto, software para gerenciamento automatizado e grande variedade de dispositivos para proteção física de salas e gabinetes.

Clique aqui para saber mais sobre como garantir que os usuários de todas suas filiais e pequenas instalações se mantenham conectados à nuvem e a outros recursos de TI de que precisam.