APC – Uma história de inovação na infraestrutura de TI física

Durante quase quatro décadas, a APC tornou-se no padrão da indústria para energia fiável e de infraestruturas de TI físicas. Agora o nome de liderança em grandes e pequenos departamentos de TI e entre a nossa vasta comunidade de parceiros de canal, a nossa história de inovação tem empurrado os nossos produtos para as luzes da ribalta mundial com soluções de infraestruturas, gestão e de segurança de dados que protegem as empresas em todo o mundo.

Constituída em 1981, a American Power Conversion Corporation foi criada com o foco na pesquisa e desenvolvimento de energia solar. Formada por três engenheiros em alimentação eletrónica do MIT, a APC, em seguida, abriu uma fábrica com sede em Rhode Island, em 1986; a empresa também produziu as suas primeiras UPS naquele ano, a 450AT+, que recebeu o prémio "Escolha do Editor" da PC Magazine. Em 1988, ações da APC foram disponibilizadas para negociação pública.

1989 trouxe a apresentação do software PowerChute® premiado, que revolucionou a gestão de energia, bem como a venda de produtos através de dois distribuidores principais, a Tech Data e a Ingram Micro. Em 1990, a APC continuou a apresentar produtos superiores, tais como a gama Smart-UPS®, agora reconhecida como a proteção de alimentação de rede principal da indústria. Nesse mesmo ano o Presidente e CEO, Rodger B. Dowdell, Jr., foi nomeado Empresário do Ano da Nova Inglaterra, pela Inc. Magazine.

Ao longo da década de 1990 a APC entrou em outros mercados com 155 novos produtos, tais como os protetores contra picos de tensão SurgeArrest®; a Matrix-UPS®, a primeira UPS modular da indústria; uma nova geração de Smart-UPS; os primeiros modelos Back-UPS Pro® da empresa; e a Symmetra® Power Array™, que revolucionou a indústria com a redundância, a escalabilidade e a capacidade de manutenção numa única solução. Estes desenvolvimentos de produto, a abertura de duas fábricas internacionais (Galway, Irlanda, em 1994, e Filipinas em 1996), bem como a aquisição da Systems Enhancement Corp. e da Silcon A/S, levou a que a receita anual da APC atingisse o marco dos mil milhões de dólares americanos em 1998.

A APC entrou no mercado tecnológico residencial em 1999, com a PowerShield, uma solução para as crescentes necessidades em banda larga de cabos e de aplicações sem fio fixas em casas. A empresa lançou-se depois no novo milénio com três aquisições estratégicas abriu o mercado de alimentação DC para equipamentos de comunicações; o mercado de cabos e conectividade para aplicações TI domésticas e de negócios; e o mercado do arrefecimento de precisão para centros de dados e equipamentos de comunicações. Após adquirir a ARRIS em 2001, a APC expandiu mais as suas capacidades de alimentação de rede em banda larga. Em 2002, a APC introduziu a PowerStruXure™, o seu primeiro elemento da arquitetura de infraestrutura física crítica de rede (NCPI), que revolucionou a gestão de energia do centro de dados. Nesse mesmo ano, a empresa foi nomeada para o Índice NASDAQ-100, uma lista das 100 maiores ações não financeiras no mercado.

Em 2003, foi apresentada a InfraStruXure™. Com alimentação integrada, arrefecimento, bastidores e gestão e serviço numa solução aberta, adaptável e integrada e ganhou quase 20 prémios em todo o mundo. A TravelPower™ Case – a primeira mala a nível mundial com capacidades de carregamento de dispositivos integradas – também foi apresentada com sucesso imediato. A linha InfraStruXure expandiu-se em 2004 com os sistemas de arrefecimento e a criação de potência no local. Nesse mesmo ano, a APC ganhou mais de 100 prémios por todo o mundo pelos seus produtos e excelência no negócio. Com base no sucesso da PowerStruXure de 2002, a APC expandiu as suas ofertas mundiais de NCPI após a aquisição da NetBotz, uma empresa de tecnologia de fase inicial que trabalhou para resolver a segurança física de equipamentos de TI e permitiu à APC alargar a experiência no setor nas categorias de gestão e segurança. 

A 14 de Fevereiro de 2007, a APC foi adquirida pela Schneider Electric, uma empresa europeia multinacional conhecida mundialmente pelos seus conhecimentos em gestão de energia e automação. Isto levou à criação da Unidade de Negócio Serviços de Alimentação e Arrefecimento Críticos (CPCS), que inclui as marcas APC e MGE UPS Systems.

Saiba mais sobre a Schneider Electric

Saiba agora